terça-feira, 11 de março de 2008

O cenário da Política de Rio Branco está armado.

Marcos Venícios*

A campanha política começou e a população já começou a ouvir e ver a velha ladainha de sempre. Promessas e mais promessas estão sendo feitas. Candidatos que passaram 4 anos longe da periferia, voltaram a dar as caras por lá. Gente que sequer atendia o telefone para dá uma entrevista, hoje fica se remoendo em frente ao telefone esperando tocar para que um jornalista ou pauteiro coloque-o em destaque na mídia.

Engraçado, que essa introdução é bem comum em todos os estados brasileiros, mas me refiro ao estado do Acre, dando ênfase a capital acreana, Rio Branco.


Mesmo antes do “circo” começar, já tem candidato mandando release para as redações, programando a campanha com empresas de marketing político e ainda escolhendo o “rostinho bonito” para apresentar os programas eleitorais. A campanha está a todo vapor.


Tenho certeza que listas e mais listas estão sendo distribuídas para os presidentes de bairro para cadastrar quem vai votar nesse ou naquele candidato. Cuidado com a Justiça Eleitoral. Além do mais, camisas e mais camisas estão começando a serem confeccionadas. Afinal, a melhor época para um candidato a cargo político fazer “compras” é antes de começar oficialmente a campanha.


Para a prefeitura de Rio Branco, já se fala em vários candidatos. Raimundo Angelim (PT), atual prefeito da capital, terá muitos “adversários” nessa nova empreitada eleitoral. Sérgio Petecão, vulgo cabeção, Deputado Federal e antes de oficializar sua saída da Frente Popular, era fiel escudeiro do PT e de tudo que se dizia contra ao Governo da Floresta. Por fora, vem o candidato do PSDB, Tião Bocalon, que desde que “perdeu” para o governo do estado vem fazendo campanha com os populares. Ano passado, vi Bocalon lá pelo Segundo Distrito distribuindo abraços e apertos de mão. E ainda tem o candidato do PMDB, que sinceramente não sei se é o Edílson Cadaxo que já prometeu em baixar o preço da tarifa do transporte coletivo ou o Valadares Neto, Advogado bem sucedido que faz parte da ala jovem do MDA.


Depois desse raio-x dos candidatos, não podemos esquecer do eterno opositor da Frente Popular, o ex-deputado Federal Marcio Bittar (PPS). Esse, se for brigar pela vaga do executivo municipal, pode se dizer que aquela campanha publicitária de ano atrás que tinha o seguinte frase: “Sou brasileiro e não desisto nunca” se encaixa perfeitamente com o improvável candidato do PPS.


Para encerrar, muita água rolar por baixo da ponte. É esperar pra ver.


*Blogueiro por obrigação

2 comentários:

repórter24horas disse...

As mesmas caras e as mesmas promessas dos laranjas de suas respectivas coligações. E nos vamos ter que engolir tudo isso. Votar consciente e pedir muito do eleitor!

Marcos Venícios disse...

Concordo com você. sempre as mesmas caras. è dever do eleitor votar consciente e não em estado de coma profeundo como ultimamente tem feito.